Síndromes e Transtornos - As Perigosas Campanhas de Sensibilização

Em 21/03/2016 , Comments

O assunto de hoje é polêmico, porém muito importante de ser abordado, pois está cada vez mais presentes nas famílias e escolas. Ele não tem idade, atinge crianças, jovens, adultos e idosos… Estou falando das síndromes e transtornos, como síndrome do pânico, síndrome do pensamento repetitivo, síndrome das pernas inquietas, transtorno de déficit de atenção e tantos outros. 

O fato é que, recentemente o Feliz com Você realizou uma pesquisa, através de um questionário e 3.900 pessoas responderam esse questionário. Talvez você também respondeu… Acontece que dessas 3.900 pessoas que responderam, 70% afirmaram que nesse momento estão sofrendo com alguma síndrome ou transtorno.

E você, está sofrendo com algum tipo de síndrome ou transtorno? Conheçe alguém que sofre?

Se sim, assista ao vídeo abaixo e descubra porque no título desse artigo alertamos sobre as perigosas campanhas de sensibilização. Confira:

Síndromes e Transtornos - As Perigosas Campanhas de Sensibilização

Se você prefere ler, as informações mais importantes que foram passadas no vídeos, também estão logo abaixo:

Como você viu, o vídeo foi baseado nas informações fornecidas através da revista Mente e Cérebro. 
Quando a Amanda, co-fundadora do Feliz com Você, terapeuta holística, professora de yoga e meditação, teve acesso à revista, logo sentiu a necessidade de transmitir as informações para você, que nos acompanha aqui no Feliz com Você.

Já adiantamos que as informações são de cair o queixo! Confira:

Tarja preta: Empresas divulgam informação para vender medicamento psiquiátrico. 

sindromes-e-transtornos

O título acima é a chamada de capa da revista Mente e Cérebro. Para entender melhor, continue lendo esse artigo...

Sabemos que a população mundial cresce a cada dia, mas será que a quantidade de pessoas com algum tipo de “deficiência” química no cérebro, cresce nessa mesma proporção? Afinal, é assustador, pois conhecemos tantas pessoas que possuem síndromes, mas quando voltamos no tempo, isso não existia. Será que existe alguma coisa que faz com que as pessoas nascem com essa deficiência química no cérebro?

O que acontece é que estamos sendo rotulados e isso serve para todo tipo de síndrome e transtorno. Quando somos rotulados como portador de uma síndrome ou transtorno, o médico está dizendo que o seu cérebro tem alguma deficiência química e está te receitando um remédio com uma substância química para suprir essa deficiência. 

Mas acontece que o seu organismo se habitua com a química da medicação e você vai ficando cada vez mais dependente do medicamento. Para deixar de tomar essa medicação é muito difícil e a maioria deles tem muitos efeitos colaterais.

Antes de continuar, quero que entenda que, de forma alguma estamos atacando alguém com esse artigo, estamos apenas transmitindo o que a revista nos informa.

Síndromes e Transtornos - Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica  

transtorno-compulsao-periodica

Quando o Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica foi “descoberto”, a indústria farmacêutica havia iniciado pesquisas para desenvolver um determinado medicamento. Quando esse medicamento estava pronto, a indústria criou a necessidade para que ele pudesse ser consumido.

Quando isso acontece, é divulgado nas mídias determinado tipo de síndrome ou transtorno. Com isso, a população passa a se identificar com os sintomas que estão sendo divulgados nas campanhas de sensibilização.

O novo medicamento que seria usado para tratar o "transtorno de compunção alimentar periódica" ficou pronto e após 4 dias foi registrado na FDA (órgão que regula a comercialização de medicamentos nos EUA). Logo em seguida, uma pessoa famosa apareceu em um programa de televisão famoso, falando da sua luta contra essa nova "síndrome".
Após isso, iniciaram as campanhas de sensibilização na mídia em geral. 

Tanto as campanhas de sensibilização, quanto depoimentos de pessoas famosas, foram bancados pela indústria que criou o medicamento. 

Outro ponto é, as campanhas fazem o alerta para a população procurar o seu médico… Quando a pessoa vai ao médico, automaticamente o médico rotula com a síndrome e receita a medicação. Isso vai virando uma bola de neve, onde quem ganha é a indústria farmacêutica.

Aliás, na revista fala que o fabricante da Ritalina, na época entre 1991 e 1994, fez uma doação para associação de pacientes que consumiam o medicamento, para que continuassem a consumir cada vez mais.

Recapitulando:

- Primeiro se cria o medicamento;

- Depois as empresas testam e aprovam a medicação no órgão regulamentador;

- As campanhas de sensibilização começam ir para a grande mídia;

- Os médicos começam a receitar;

- E a população começa comprar. 

Ajuste de Sintonia 

 meditação-ajuste-de-sintonia

É complicado saber que existe tudo isso, mas estamos abordando esse assunto, pois é muito importante termos a consciência de que, diante dos sintomas como, oscilação de humor, cansaço, desânimo e estresse… O melhor a se fazer é ajustar a sintonia, pois tudo no universo é vibração! Nós criamos a nossa realidade…

Entenda, você não estará negando que as suas pernas balançam, sim, elas balançam, mas isso não quer dizer que você tenha a síndrome das pernas inquietas. Talvez as suas pernas estejam balançando porque você está com a mente muito acelerada e precisa acalmá-la. Porém isso é possível de ser feito através de uma forma natural, se você tiver uma orientação ou um passo-a-passo. 

Não estamos sendo radicais e falando que você tem que abandonar o seu medicamento, longe disso! Acreditamos que realmente existam casos graves em que precisam de medicamentos, mas são casos pontuais, não a massificação que existe de consumo de medicações.

A grande maioria desses casos poderiam ser resolvidos de uma forma natural, porém, como a grande maioria não sabem disso, a primeira ação é procurar um médico e o que o médico sabe? Bom, ele estudou e aprendeu que o medicamento é que vai resolver.

Claro que hoje já existem médicos com uma visão diferenciada e isso mostra que a ciência está estudando e comprovando que técnicas naturais funcionam. 

Saiba que muitas vezes se você sentir um desconforto, como não conseguir ir ao banheiro, sentir refluxo ou incômodo no estômago, pode não ser uma síndrome, pois o nosso estômago é totalmente emocional.

O que na realidade você precisa, é equilibrar suas emoções, pois carregamos bagagens do passado, são tantas situações difíceis que vão somatizando no nosso campo de energia, que se não fizermos nada para limpar essas dificuldades que vivemos, para nos harmonizarmos com o nosso ser e ajustar a sintonia, isso vai se manifestar no nosso corpo físico. 

A Cura Efetiva Vem de Dentro para Fora

de-dentro-para-fora

A cura efetiva não tem como vir de fora, a cura só é verdadeira quando vem de dentro para fora e é isso que o ajuste de sintonia faz.
Existem várias técnicas para que você possa ajustar sua sintonia:

- Relaxamentos;
- Meditações;
- Momento de presente precioso;
- Bússola das emoções.

Tudo isso faz parte, pois somos um ser holístico. Por isso, recomendamos que você busque uma forma de ajustar sua sintonia, de olhar para dentro para que a cura aconteça verdadeiramente. 

Aliás, o Feliz com Você tem belíssimos depoimentos no nosso canal do Youtube de alunas que conseguiram superar a Síndrome do Pânico, parar de tomar remédios controlados, algumas chegavam a tomar 8 medicamentos por dia e hoje não tomam mais nada, através das técnicas de ajuste de sintonia. 

Recomendo que você assista esses depoimentos e dê o primeiro passo para iniciar o ajuste da sua sintonia, deixando de fazer parte dessas estatísticas tão tristes que aumentam a cada dia… Acredite que existe sim uma solução natural!

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado e se você ficou com alguma dúvida ou quer fazer alguma pergunta para nós do Feliz com Você, deixe seu comentário logo abaixo... Ficaremos felizes em poder te ajudar nessa jornalda.

Namastê, 
Redação Feliz com Você