Técnica Inovadora e Comprovada [de apenas 7 minutos] para Você Acalmar a Mente e Controlar a Ansiedade!

Os 10 Maiores Inimigos (Sabotadores) Internos

Em 24/11/2014 , Comments

Olá, aqui é a Amanda, astróloga, terapeuta holística, professora de yoga, cofundadora do felizcomvoce.com.br, e criadora do inédito projeto de meditações diárias “365 Dias Feliz Com Você”.

E neste conteúdo vou explicar os 10 maiores inimigos internos (sabotadores) que impedem que sejamos felizes, realizados e plenos, vivendo a vida que sempre sonhamos mas que dificilmente conseguimos.

E, além da técnica do presente único que eu ensinei no último conteúdo, vou também te ensinar uma técnica INÉDITA para combater os inimigos internos e acabar com os sabotadores na sua vida. Então leia até o final esta postagem...

E, ainda, vou te dar de PRESENTE a DICA MESTRE, que servirá para acelerar as duas técnicas que combatem os inimigos internos.

Há alguns dias atrás escrevi um conteúdo sobre nossos inimigos internos, nossos cérebros sobrevivente e inteligente, lado sábio e lado sabotador, e realmente gerou uma repercussão muito grande, seja no facebook, seja no meu blog.

Foram centenas de comentários, com muitas dúvidas, perguntas e agradecimentos, e, se você ainda não leu, e ainda não conhece a história de superação e emoção que motivou naquele conteúdo, ou ainda não conhece a técnica do Presente Único, clica AQUI.

E, como dezenas de pessoas responderam que estão apenas SOBREVIVENDO (que é isso gente?!?), resolvi aprofundar a questão, para ajudar você a identificar especificamente os 10 sabotadores que atrapalham parte da nossa vida.

Sabotadores, Sábio, Cérebro Sobrevivente, Cérebro Inteligente

Sabotadores, para início de conversa, são padrões mentais e emocionais que nos levam à autossabotagem diariamente. Trata-se de material muito bom que tirei de um livro chamado Inteligência Positiva, de Shirzad Chamine, e que estou trazendo só a parte essencial que você precisa saber para ir direto ao ponto sem perder tempo.

Então, neste conteúdo você vai aprender a conhecer os 10 principais sabotadores que lhe impedem de realizar tudo aquilo que você sempre sonhou, e que fazem com que você reiteradamente sofra pelas mesmas coisas na sua vida, seja brigas familiares, seja frustrações profissionais.

Lembrando que os sabotadores fazem parte do nosso cérebro sobrevivente, que desenvolvemos desde a nossa infância, e são responsáveis por literalmente sobrevivermos (quando crianças) física e emocionalmente neste mundo estressante atual.

O problema é que, quando nos tornamos adultos, manter estes padrões sabotadores impede que sejamos livres emocional e mentalmente, pois apenas sobrevivemos, não conseguimos ser felizes, plenos e realizados, porque nosso cérebro positivo (o inteligente) é deixado de lado na maioria das vezes.

É bom que se diga que podemos alcançar o sucesso tanto pelo caminho dos sabotadores quanto pelo caminho do sábio. A diferença, porém, é como esta jornada será percorrida: no caso do sábio, será por meio da inteligência, do amor, da compaixão, da alegria, da criatividade, da ajuda ao próximo. Por sua vez, se o destino for percorrido pelos sabotadores, certamente será por meio de sentimentos negativos e desequilibrados, como raiva, medo, ódio, vingança, culpa, ansiedade, vergonha.

E então, está preparado para conhecer os 10 principais inimigos internos?

1º) O CRÍTICO – O Sabotador Mestre

Sem dúvida este é o principal sabotador, pois o crítico sempre acha defeitos em si mesmo, nos outros e em tudo o que acontece na vida. Do crítico derivam os demais sabotadores secundários, até mesmo porque o crítico é o chamado padrão sabotador universal, que todos nós temos.

O crítico gera decepção, ansiedade, raiva, arrependimento, culpa, vergonha. As coisas, pessoas ou fatos nunca serão suficientes para ele! É um padrão mental que faz você acreditar que precisa punir, pressionar, criticar e cobrar em excesso a si mesmo e aos outros, porque senão nada acontecerá “direito”. Então imagina como é ser assim durante uma vida inteira?

Você já imaginou ter relacionamentos pessoais, familiares e profissionais se você estiver sob a influência do crítico? Ou se seu esposo, filho, colega de trabalho ou melhor amiga estiver sendo comandada pelo crítico? A coisa realmente ficará muito difícil...

Se você já escutou a seguinte frase “Vou ser feliz quando conseguir tal coisa, quando atingir tal meta, quando tiver tal condição, quando...”, pode ter certeza de que ela é a típica demonstração do poder do sábio.

Como eu disse acima, o crítico critica a si mesmo, aos outros e também critica as circunstâncias atuais, por isso criou o famoso “vou ser feliz quando...”. Ao não agir como o sábio (que sabe que a felicidade está no aqui e no agora), o crítico sempre remete a felicidade para um acontecimento futuro, que, na verdade, nunca ocorrerá, pois quando o crítico começa a chegar próximo daquela “quando”, ele cria um novo “quando”, mais distante ainda, e este ciclo vicioso dificilmente é quebrado.

E, como o crítico sempre aponta nossos defeitos e inferioridades, ele sempre consegue fazer com que nos sintamos infelizes e insatisfeitos, com que nossa vida esteja voltada para a negatividade. Fique realmente atento ao crítico, pois é um sabotador fortíssimo, que faz com que você não consiga ter amor e respeito apenas sendo quem você é; ele sempre procura criar em nós uma necessidade de sermos, fazermos ou termos algo mais para então nos sentirmos amados, respeitados e valorizados.

2º) A VÍTIMA – O Sabotador Mártir

Se você algum dia pensou assim “ninguém me entende”, “pobre de mim” ou ficou emburrado (mesmo que apenas internamente) quando alguém o criticou, fique sabendo que foi porque estava sob influência do padrão mental e emocional da vítima.

Quando deixamos a vítima tomar conta da nossa vida, tendemos a ter sentimentos de abandono, solidão, dramaticidade, melancolia, raiva, comparações negativas, e, em razão disso tudo, cria-se um padrão emocional e temperamental em excesso, justamente para conseguir atenção dos outros.

Um dos grandes problemas ocorre quando estes sentimentos ficam guardados e não são trabalhados, pois então pode resultar depressão e dificuldades cotidianamente. Assim, todo o ânimo de viver e realizar fica comprometido por todos estes conflitos emocionais internos, e a vítima ainda acaba conseguindo o contrário do que pretende, pois as pessoas querem apenas se afastar dela, pois se ficarem perto da vítima, nunca conseguirão agradá-la e ainda vão se sentir frustradas e culpadas por não conseguir ajudar.

E então, está pensando em alguém com estas características? Já conseguiu definir alguém que esteja sob forte influências dos padrões sabotadores da vítima?

Apenas uma MEGA dica agora: se você achar que não tem nada da vítima ou do crítico, a situação pode ser muito perigosa, pois é sinal de que estes dois sabotadores (que todo mundo tem) já se tornaram seus amigos... e nos amigos a gente confia e acredita, não é mesmo?

3º) O CONTROLADOR – O Sabotador “Faça-se a Minha Vontade”

Sabe aquela pessoa que sempre quer estar no comando das pessoas e situações? Veio alguém à sua cabeça agora? Pois é, o padrão sabotador do controlador gera uma terrível ansiedade e impaciência na pessoa, pois ela sempre quer que os outros façam a sua vontade.

Não é fácil viver num mundo (interno e externo) de competição, sempre intimidando os outros pela comunicação direta e confrontadora. Ao tirar as pessoas da zona de conforto e contrariar as probabilidades, o controlador pensa que está fazendo um favor para as outras pessoas, pois acredita que elas querem (ou precisam) do seu comando.

Por óbvio, o sabotador controlador não permite que ninguém diga pra ele o que fazer, pois não suporta ser controlado por mais ninguém. A ansiedade gerada por este padrão é imensa, e, apesar de o controlador conseguir seus objetivos, geralmente isso ocorre usando (e abusando) das outras pessoas.

4º) O HIPERVIGILANTE – O Sabotador “Algo Ruim Vai Acontecer”

Quando este padrão mental e emocional está no comando, a pessoa acredita que precisa estar vigilante o tempo todo, pois certamente algo de ruim, perigoso e errado vai acontecer. Você já imaginou o nível de tensão, ansiedade e expectativa que este padrão sabotador cria na nossa vida?

Devido a esta vigilância excessiva e descontrolada, o hipervigilante tem muita dificuldade em relaxar, aproveitar o mundo e em confiar nas pessoas, além do que elas tendem a se afastar dele, porque sua energia muito ansiosa e nervosa literalmente cansa todo mundo que está ao seu redor.

Quer um exemplo bem básico e assustador? É de manhã, e está um dia lindo de sol lá fora, porém na previsão do tempo disse que poderia chover à noite. Sabe como o hipervigilante enxerga esta situação ao sair de casa de manhã para voltar ao meio-dia? “Vou pegar um guarda-chuva e colocar no carro, pois vai chover logo, e vou cuidar para não deixar o carro na rua pois vai ter granizo e haverá temporais, e haverá inundação, etc...)”.

5º) O HIPER-RACIONAL – O Sabotador “Homem de Gelo”

Não é à toa que este padrão sabotador leva as pessoas a chamá-lo de frio e até arrogante, porque o hiper-racional está sempre focado no processo racional e intelectual, evitando que suas emoções apareçam para os outros.

O Hiper-racional enxerga situações emocionais como algo desagradável e até desnecessário, porque para ele o mais importante é a parte intelectual e racional. Por isso gosta muito de sabedoria, conhecimento, entendimento das coisas, e não entende como as outras pessoas podem perder tanto tempo com questões “irrelevantes”, como as emocionais e sentimentais.

Você já deve ter percebido que se relacionar com alguém hiper-racional não é nada fácil, devido ao distanciamento que ele tende a manter, seja no trabalho ou na vida pessoal. Por isso há pouca flexibilidade e profundidade nestas relações, pois o hiper-racional limita e impede que se conheça mais da sua vida “interna” e dos seus sentimentos.

6º) O INSISTENTE – O Sabotador Perfeccionista

Olha, este padrão sabotador é bem complicado, viu? Imagina você manter uma necessidade de perfeccionismo contigo mesmo, com os outros e ainda com as circunstâncias ao seu redor? Nada fácil...

O insistente possui muito da veia crítica e controladora, mas especialmente acredita que somente ele sabe o jeito certo, e, por óbvio, odeia erros. Quando ele próprio não consegue atingir os altos índices que existe de si mesmo, gera muita frustração e decepção interna. E, quando os outros não atingem o nível exigido pelo insistente, são alvo da sua raiva e sarcasmo.

Nem preciso dizer que as outras pessoas se sentem infelizes ao se relacionar com o insistente, porque tudo que fazem nunca está ótimo o suficiente. E a própria relação interna do insistente também é muito difícil, pois ele sente muita dúvida e ressentimento por duvidar de suas capacidades e qualidades.

7º) O PRESTATIVO – O Sabotador “Quero Agradar e Ser Amado”

Nossa, este padrão leva as pessoas a incorrer numa grande armadilha, que é perder as próprias necessidades e deixar os próprios objetivos de lado em prol de tentar obter a aceitação dos outros, seja agradando, elogiando, ajudando.

Por óbvio que não estou falando que não devemos ajudar os outros, até porque isso seria puro egoísmo. Refiro-me aqui ao desequilíbrio de esquecer seus sonhos e objetivos para tentar sempre buscar indiretamente autoestima na aceitação e afeição dos outros.

E, quando este padrão sabotador consegue inserir mentiras mentais e emocionais como “Faço isso pelos outros, por altruísmo, não espero por nada em troca”, porém ao mesmo tempo a pessoa se anula em prol desta agradabilidade externa, certamente a evolução do prestativo ficará muito prejudicada.

Um sabotador prestativo bem arraigado pode levar a uma profunda dependência em relação aos outros, e, quando não vierem os elogios deles, certamente gerará um profundo desgaste. Além disso, esta falta de cuidado consigo próprio geralmente leva a problemas emocionais, mentais e financeiros.

8º) O HIPER-REALIZADOR – O Sabotador “Workaholic”

A vida no hiper-realizador consiste basicamente em atingir metas e alcançar resultados. Por isso, você já deve ter percebido que a felicidade e a paz interior dele duram pouquíssimo tempo, quando comemora rapidamente sua conquista e já começa a pensar no próximo objetivo.

Nem preciso dizer que o hiper-realizador é muito focado e competitivo ao extremo, e não gosta muito que das questões emocionais e sentimentais, pois elas “atrapalham” e atrasam suas realizações.

Também não preciso dizer que o hiper-realizador é viciado em trabalho, e para ele sucesso externo e status são muito importantes, pois representam que ele é valioso e bem sucedido para os outros.

9º) O INQUIETO – O Sabotador “Não Quero Perder Nada”

Numa primeira análise, você talvez possa achar que o hiper-realizador e o inquieto sejam a mesma coisa, mas eles são bem diferentes.

O inquieto não consegue ser focado tampouco objetivo, pois ele se dispersa e se distrai facilmente, sempre fazendo muitas coisas em busca de variação, novidade e estímulos constantes. Se você já ouviu alguém falar “A vida é muito curta demais, tenho que aproveitar”, certamente o padrão sabotador inquieto está em plena atividade.

Mas Amanda, isso seria maravilhoso, não é mesmo? Não necessariamente...

A questão toda é que, escondida nesta suposta agitação e animação excessiva, está uma grande fuga da pessoa, que, querendo ignorar a ansiedade que está dentro de si, não consegue aproveitar o momento presente.

Chega a ser irônico, porque o inquieto, para fugir do momento presente, acaba acreditando que precisa fazer um monte de coisas novas a todo momento. Além do mais, toda esta agitação em excesso torna difícil para o inquieto construir algo duradouro na sua vida (relacionamentos, carreiras), e ainda as pessoas dificilmente conseguirão ficar perto do enorme frenesi e caos criado por ele.

10º) O ESQUIVO – O Sabotador “Não Consigo Dizer Não”

Quando este padrão sabotador se torna seu amigo e assume as rédeas da sua vida, a coisa realmente fica difícil, porque você foge daquelas coisas e situações desagradáveis que precisa resolver e superar, e então impede sua evolução e aprendizado.

Se você já ouviu algo do tipo “Vamos deixar assim, pois isso se resolverá sozinho”, pode saber que o esquivo está “fazendo bem” o seu trabalho. Quando isso ocorre, a pessoa começa a ter dificuldade de dizer não, passa a acreditar que não pode fazer nada contrário ao interesse dos outros, porque senão irá magoar ou perder a ligação / amizade com alguém.

O problema em não resolver os conflitos que precisam ser superados é que você reprime muita raiva, ressentimento e outros sentimentos negativos, e não consegue aproveitar as situações “desfavoráveis” para transformá-las em dádivas e oportunidades de evolução pessoal e profissional.

Não se pode esquecer que, quando você tem um problema, o mero fato de ignorá-lo não faz com que ele desapareça. Em razão disso, os relacionamentos são apenas superficiais, porque o esquivo nunca quer enfrentar as questões, quer literalmente “empurrar com a barriga”.

A TÉCNICA DOS 3 PASSOS: RECONHECI, LUTEI E MUDEI!!

Esta técnica é resultado de uma otimização que fiz com as centenas de comentários que surgiram aqui no blog felizcomvoce sobre os inimigos internos, pois verifiquei que realmente muita gente está apenas sobrevivendo por influência dos sabotadores.

Talvez você leia esta técnica e diga “é muito simples”. E é essa a minha intenção, tentar tornar simples aquilo que já é complicado aplicar na prática. Em outras palavras, eu escolho a porta certa para você abrir, e ainda digo o que tem nas outras portas, mas quem tem que atravessá-la é você, pois a prática e a evolução dependem de cada um (livre arbítrio), não tem outro jeito...

1º Passo – O RECONHECIMENTO IMEDIATO

Quando você começar a reconhecer que um padrão sabotador está tomando conta do seu dia ou de mesmo de alguma atitude, pensamento ou sentimento específico, verá que as coisas ficam realmente muito mais fáceis.

Mas como reconhecer imediatamente? Primeiro, você precisa ler com atenção as 10 figuras sabotadoras acima, e ir identificando situações na sua vida em que você foi comandado pelos sabotadores. Nada de culpa, vergonha ou cobrança interna, apenas identifique padrões mentais e emocionais que tem sabotado sua vida até agora.

Fazendo este reconhecimento imediato, conforme as situações diárias forem surgindo, você estará apto a identificar os seus inimigos internos. No início não será muito simples, mas, conforme você for criando o hábito do reconhecimento imediato, você conseguirá ir para o 2º passo.

2º Passo – A LUTA INTERNA

Ótimo, agora que você está conseguindo reconhecer imediatamente os padrões sabotadores, você tentará ir adiante, mudar isso, e então ocorrerá o que eu chamo de luta interna. Veja bem, você provavelmente está há anos ou até décadas seguindo determinados padrões mentais e emocionais, e de repente resolve mudar tudo isso? Não é nada fácil, mas também não é impossível, muito longe disso...

Então você precisa ter consciência de que sua mente tentará se manter naquela zona de conforto anterior, pois ela não quer se dar ao trabalho de mudar e evoluir. Assim, você precisará de humildade e paciência em sua mente e em seu coração para, aos poucos, ir ganhando esta luta interna, sabendo que não há vítimas, culpados ou vilões, e que você está no caminho certo.

Geralmente quando estamos na fase da luta interna acontece algo mais ou menos assim: “você percebeu um sabotador, conseguiu vencer a luta interna e mudar aquele padrão, está se sentido feliz e contente, e, então, no dia seguinte acontece uma situação mais forte para testar você ainda mais!” Fique atento porque provavelmente isso acontecerá, ao menos é assim que acontece comigo...

Então, constância de propósito e disciplina durante a luta interna, pois assim você irá para o 3º passo...

3º Passo – A MUDANÇA DE PADRÕES

Que ótimo saber que você chegou até aqui, pois já reconheceu o inimigo, já travou a luta interna, e, agora, é hora de mudar os padrões mentais e emocionais, é hora de o sábio assumir as rédeas da sua vida e deixar os sabotadores lá no fundo do cérebro sobrevivente, apenas para questões de sobrevivência física mesmo.

Eu realmente ADORO este terceiro passo da mudança de padrões, pois nos dá um sentimento de realização, de saber que CONSEGUI me manter atento, de que venci a luta e agora é hora atingir um novo patamar na sua vida pessoal ou profissional.

O mais legal de tudo é que, ao mudar um padrão sabotador, torna-se mais difícil para ele retornar, e você ainda adquire confiança e iniciativa para realizar os 3 passos também com outros inimigos internos, levando definitivamente sua vida para um novo nível de realização, saúde e felicidade.

A DICA MESTRE (Aceleradora das Técnicas do Presente Único e dos 3 Passos)

Você já percebeu que realmente quero ver a sua vida transformada! Quero que você seja feliz, realizado, viva uma vida plena, sem dor ou sofrimento, enfim, quero que você cumpra a sua missão, pois esta é a minha própria MISSÃO!

É por isso que, enquanto lia os depoimentos e criava este conteúdo, vi que muitas pessoas teriam dificuldade em aplicar as duas técnicas que ensinei (presente único e os 3 passos), pois há muita correria lá fora, muita distração e estímulos visuais e sonoros em excesso, em outras palavras, a ansiedade e o estresse geram uma dificuldade impressionante de aprendizado e concentração.

Foi pensando nisso que resolvi dar uma DICA MESTRE, que vai acelerar o resultados das técnicas que passei, e tornar mais difícil que ocorram falhas no meio desta jornada para acabar com os inimigos internos.

Provavelmente você já saiba qual é esta dica mestre, não é mesmo? Está bem diante dos nossos olhos o tempo todo, é algo em que eu acredito do fundo do meu coração, é algo que tem mudado a vida de milhares de pessoas aqui no Feliz Com Você...

Ah, você já descobriu... Sim, é a prática da MEDITAÇÃO! E olha que você não precisa meditar todo dia, pode começar com 1 ou 2 dias na semana, e ir avançando aos poucos, sem dor, sofrimento ou cobrança exagerada.

A prática da meditação é para qualquer pessoa (você não precisa ficar sentado no chão com os joelhos dobrados naquela posição difícil; pode fazer sentado tranquilamente na cadeira, como é caso do meu marido, por exemplo; veja AQUI meu vídeo sobre como sentar corretamente; você não precisa ter um lugar especial para praticar; você não precisa de elementos externos), e o mais legal é que esta ferramenta permite a você ter alguns segundos a mais de controle mental e emocional, e estes preciosos segundos de “calma” são responsáveis por não reagirmos imediatamente a qualquer coisa difícil que aconteça na nossa vida.

Quem nunca se arrependeu de ter “estourado” ou perdido a paciência, e depois se sentiu culpado e envergonhado de ter dito palavras duras que feriram outra pessoa? Pois é, a meditação abre este espaço de alguns segundos de equilíbrio e controle, e que serão fundamentais para você fazer as técnicas do presente único e dos 3 passos.

Portanto, se você ainda não tem o GUIA do MEDITADOR, que é gratuito, cadastre seu email no box nesta página, pois reuni informações práticas e diretas para você, e ainda lancei um mini desafio no Guia.

Se você não está acompanhando as meditações diárias gratuitas, clique AQUI para acessar a página onde tem todas as práticas feitas até hoje, e ainda ali eu coloco todo dia um novo vídeo.

Qual é a Transformação que Você Quer?

Bom, espero que tenha gostado destes conteúdos gratuitos sobre os inimigos internos, sinceramente desejo que você consiga transformar sua vida diariamente, aos poucos, um passo de cada vez, e que você VIVA Feliz Com Você!

E, se você achar que este material é importante para outras pessoas, compartilha com elas, basta clicar na barra lateral esquerda desta página onde aparecem os ícones das redes sociais.

E, também, acessa meu canal do youtube, clicando AQUI, para ver as novidades, e então assina o canal, basta assistir a qualquer vídeo e clicar no ícone do felizcomvoce na parte superior direita.

Por último, se alguém lhe perguntasse “qual é a transformação que você mais quer na sua vida”, e você tivesse apenas 10 segundos para responder, qual seria a sua resposta? Escreve no box abaixo, prometo que vou ler todas as respostas.

Abraços, e até a próxima,

Amanda.